Arquivo mensais:maio 2007

Aerodinâmica da Bola de Futebol

São tantos os jogos de Futebol e as emoções de torcida tão altas que às vezes perdemos a oportunidade de entender um pouco de ciências, como o condicionamento físico dos atletas, o comportamento da torcida e a dinâmica da peça fundamental do jogo — a bola. Um dos exemplos mais interessantes desta dinâmica está no vídeo (11s) abaixo em que mostra um gol de Roberto Carlos contra a França (updated) em 1997.

Memorável. Inclusive o abraço com o então capitão Dunga, atual técnico de nossa seleção. A ironia não poderia ser maior. Herói na França contra a França, é condenado pela derrota para a França na Alemanha em 2006. Voltando à dinâmica da bola…

Há pouco tempo (13/05/2007) o Edmundo marca belo gol de falta contra o Flamengo. Parece uma falha do goleiro, mas novamente a bola toma uma belíssima curva.

Não é à toa que o YouTube é um dos sites que mantém o internauta por mais tempo. Como não temos todo o tempo do mundo eu visito, de vez em quando, a parte dos vídeos mais vistos do mês. Foi por isto que resolvi fazer este comentário.

O vídeo abaixo estava lá. Observe a inocência do time e do goleiro que permitem o jogador adversário bater a falta livre praticamente sem barreira. O atacante bate bem e a bola se desvia do goleiro. Sem tirar o mérito do gol, o fato do vídeo aparecer entre os mais visto está também ligado a uma torcida vidrada em futebol e bem articulada com a internet. É interessante também ouvir o narrador. Por isto valem a pena os 74s.

No país do Futebol todos devem conhecer o efeito folha seca, isto é, a curva da bola em pleno vôo. Como isto acontece?

Efeito Magnus na bola É a força de Magnus ou efeito Magnus. A rotação da bola induz forças de atrito diferentes entre um lado e outro. O que surpreende os goleiros são as curvas bruscas. Isto acontece por conta de um valor crítico da velocidade da bola. No ato do chute a bola sai com velocidade que vai diminuindo até o momento em que a força de Magnus se apresenta dominante e a bola muda de direção abruptamente.

Não é apenas a rotação que altera a direção de vôo da bola. A deformação pelo chute inicial induz rotações não uniforme em uma bola que vibra algumas vezes antes de voltar a ser esférica. Veja a deformação da bola, e do rosto do jogador na figura. Imagine a deformação causada por um chute.
Bola na cara

Em geral o ar passa pela bola de maneira suave, dita laminar. Mas em alguns pontos, especialmente atrás da bola, o ar é turbulento, e isto provoca outro tipo de força. Se quiser saber mais sobre física e futebol visite The physics of football.