Vidas salvas no Brasil pelo isolamento social (v. 2.1)

Desenvolvido por Paulo J. S. Silva e Claudia Sagastizábal após uma discussão com colegas do CeMEAI

Agradecimentos: Tiago Pereira e Alexandre Delben

O objetivo desta página é apresentar uma estimativa do número de vidas salvas no país pelo isolamento social. Para isso nós fazemos ajustes do parâmetro $R_0$ do modelo SEIR, que representa a taxa de replicação do vírus SARS-CoV-2 (o corona vírus que causa a Covid-19), tentando descobrir se ele varia no tempo. A ideia é buscar identificar tendências na evolução da taxa de propagação do vírus e consequente aceleração ou desaceleração da epidemia depois do início dos protocolos de distanciamento social que foram implementados a partir de 24 de março em vários lugares do país. Quando os dados anteriores ao dia 24 de março não são suficientes para fazer a análise, nós usamos os dados da primeira semana em que conseguimos estimar o comportamento do vírus para representar o período anterior ao isolamento social.

Apresentamos inicialmente os dados para o país todo e depois especializamos os resultados para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Maranhão (estado de origem do primeiro autor) e para todas as grandes regiões do país. Vamos ficar em casa, vamos salvar vidas.

Obs: estimativas feitas com base nos dados oficiais, veja mais detalhes abaixo, em particular detalhamos a mudanças feitas com relação à versão anterior no final desse documento.

Estimativa de vidas salvas pelo distanciamento social nos próximos 14 dias

Dados atualizados até o dia 25/05/2020.

Os dados a seguir mostram que se mantivermos o isolamento feito na última
semana pelas próximas duas semanas pouparemos uma vida a cada 0.7 minutos.

Já Por região, o tempo em minutos necessário para salvar uma vida será de
1.6 (Norte), 2.4 (Nordeste), 219.1 (Centro_Oeste), 1.3 (Sudeste), 86.9 (Sul).

Total de vidas salvas por dia

Out[4]:
26/05 27/05 28/05 29/05 30/05 31/05 01/06 02/06 03/06 04/06 05/06 06/06 07/06 08/06
Brasil 374 496 638 803 995 1215 1469 1760 2095 2477 2915 3415 3984 4633
SP 133 177 228 288 358 440 534 644 771 918 1088 1286 1514 1776
RJ 66 88 112 141 175 215 259 311 371 439 517 605 708 824
MA 21 29 38 50 64 80 100 123 151 184 223 269 325 389
Norte 137 185 243 313 396 496 612 751 915 1107 1333 1597 1905 2264
Nordeste 113 150 193 244 302 370 448 539 642 760 897 1052 1230 1433
Centro_Oeste 1 2 2 3 3 5 5 6 8 8 10 11 13 15
Sudeste 206 272 350 440 545 665 804 964 1148 1359 1600 1877 2193 2555
Sul 4 5 6 7 9 11 13 15 18 21 25 28 33 37

Obs1: Os resultados estão baseados nos dados oficiais baixados a partir do site Observatório Covid 19. Esses dados sofrem de clara subnotificação e assim as nossas estimativas serão também sub-estimadas. Porém, acreditamos que mesmo assim é possível ter uma ideia da evolução da epidemia e assim ser útil.

Obs2: Devido a essa dificuldade com os dados oficiais, preferimos fazer uma estimativa para alguns dias no futuro, partindo dos dados atuais, a tentar manter informação sobre o total de vidas salvas até hoje. Isso porque estaríamos acumulando informação com imprecisão o que só iria amplificar as incertezas. Pelo mesmo motivo apresentamos abaixo os gráficos de evolução futura por mais 30 dias apenas.

Comentários

O distanciamento social parece ter sido efetivo quando consideramos o Brasil inteiro, perdeu um pouco de força há umas semanas, mas parece ter melhorado recentemente. Cabe destacar que ele tem perdido força no Centro-Oeste e Sul que perderam boa parte do ganho obtido inicialmente. O Norte e Nordeste, que já possuem regiões onde o sistema de UTIs está acima da capacidade, parecem ter entendido a dimensão do problema e passaram a adotar um distanciamento mais efetivo. Cabe, porém, destacar que como estamos usando dados oficiais. Deste modo a desaceleração aparente da transmissão do vírus pode refletir em parte uma dificuldade para testar os casos e levantar dados.

Por fim, vemos que as curvas de uma forma geral foram achatadas. Mas os números de doentes ainda cresce muito, mesmo que mais lentamente. Isso sugere que é imperativo que os governos busquem alternativas de controle da epidemia para não enfretarmos colapsos nos sistemas de saúde em breve.

Resultados Detalhados

Brasil

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas no país por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce muito rapidamente à medida que os dias passam, enfatizando a necessidade de medidas de mitigação.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 374 (26/05), 496 (27/05), 638 (28/05), 803 (29/05), 995 (30/05), 1215 (31/05), 1469 (01/06), 1760 (02/06), 2095 (03/06), 2477 (04/06), 2915 (05/06), 3415 (06/06), 3984 (07/06), 4633 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas começar a aparecer uma pequena piora últimos dias. Assim, ainda há muito o que fazer.

Out[6]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.27
R0 na última semana                           = 1.53
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [1040, 1098, 1160, 1225, 1293, 1366, 1442, 1523, 1608, 1698, 1793, 1893, 1999, 2110]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [1414, 1594, 1798, 2028, 2288, 2581, 2911, 3283, 3703, 4175, 4708, 5308, 5983, 6743]

São Paulo

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas no estado de São Paulo por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce rapidamente à medida que os dias passam.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 133 (26/05), 177 (27/05), 228 (28/05), 288 (29/05), 358 (30/05), 440 (31/05), 534 (01/06), 644 (02/06), 771 (03/06), 918 (04/06), 1088 (05/06), 1286 (06/06), 1514 (07/06), 1776 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas houve uma pequena piora nos últimos dias e ainda há muito o que fazer.

Out[9]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.51
R0 na última semana                           = 1.31
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [201, 207, 214, 221, 229, 236, 244, 252, 261, 270, 279, 288, 297, 307]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [334, 384, 442, 509, 587, 676, 778, 896, 1032, 1188, 1367, 1574, 1811, 2083]

Rio de Janeiro

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas no estado do Rio de Janeiro por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce rapidamente à medida que os dias passam.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 66 (26/05), 88 (27/05), 112 (28/05), 141 (29/05), 175 (30/05), 215 (31/05), 259 (01/06), 311 (02/06), 371 (03/06), 439 (04/06), 517 (05/06), 605 (06/06), 708 (07/06), 824 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas houve uma pequena piora nos últimos dias e ainda há muito o que fazer.

Out[12]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.21
R0 na última semana                           = 1.53
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [195, 206, 219, 232, 246, 260, 276, 292, 309, 328, 347, 368, 389, 412]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [261, 294, 331, 373, 421, 475, 535, 603, 680, 767, 864, 973, 1097, 1236]

Maranhão

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas no estado do Maranhão por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce rapidamente à medida que os dias passam.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 21 (26/05), 29 (27/05), 38 (28/05), 50 (29/05), 64 (30/05), 80 (31/05), 100 (01/06), 123 (02/06), 151 (03/06), 184 (04/06), 223 (05/06), 269 (06/06), 325 (07/06), 389 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas ainda há muito o que fazer pois a taxa de reprodução do vírus ainda está alta.

Out[15]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.72
R0 na última semana                           = 1.67
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [41, 44, 47, 50, 54, 58, 62, 67, 72, 77, 83, 89, 95, 102]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [62, 73, 85, 100, 118, 138, 162, 190, 223, 261, 306, 358, 420, 491]

Norte

Houve uma queda significativa na região norte, porém o patamar atual ainda é alto, creio que a média mais alta do país. É importante buscar formas de mitigação mais efetivas para que a situação não se deteriore ainda mais.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 137 (26/05), 185 (27/05), 243 (28/05), 313 (29/05), 396 (30/05), 496 (31/05), 612 (01/06), 751 (02/06), 915 (03/06), 1107 (04/06), 1333 (05/06), 1597 (06/06), 1905 (07/06), 2264 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas houve uma piora nos últimos dias e ainda há muito o que fazer.

Out[18]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.70
R0 na última semana                           = 1.60
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [248, 264, 281, 299, 318, 338, 360, 383, 407, 433, 461, 490, 522, 555]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [385, 449, 524, 612, 714, 834, 972, 1134, 1322, 1540, 1794, 2087, 2427, 2819]

Nordeste

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas na região Nordeste por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce rapidamente à medida que os dias passam.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 113 (26/05), 150 (27/05), 193 (28/05), 244 (29/05), 302 (30/05), 370 (31/05), 448 (01/06), 539 (02/06), 642 (03/06), 760 (04/06), 897 (05/06), 1052 (06/06), 1230 (07/06), 1433 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas ainda há muito o que fazer.

Out[21]:
R0 antes do início da quarentena              = 2.29
R0 na última semana                           = 1.58
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [330, 350, 371, 393, 417, 442, 469, 497, 527, 559, 592, 628, 665, 705]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [443, 500, 564, 637, 719, 812, 917, 1036, 1169, 1319, 1489, 1680, 1895, 2138]

Centro-Oeste

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas na região Centro-Oeste. O número é baixo porque houve um aumento recente da taxa de reprodução do vírus, espero que essa tendência seja revertida em breve.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 1 (26/05), 2 (27/05), 2 (28/05), 3 (29/05), 3 (30/05), 5 (31/05), 5 (01/06), 6 (02/06), 8 (03/06), 8 (04/06), 10 (05/06), 11 (06/06), 13 (07/06), 15 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social mas subiu de volta depois. Houve apenas um pequeno achatamento a curva.

Out[24]:
R0 antes do início da quarentena              = 1.93
R0 na última semana                           = 1.74
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução da última semana) =
    [16, 17, 19, 20, 22, 23, 25, 27, 29, 32, 34, 37, 40, 43]
Estimativa de óbitos (com taxa de reprodução de antes da quarentena) =
    [17, 19, 21, 23, 25, 28, 30, 33, 37, 40, 44, 48, 53, 58]

Sudeste

Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas na região Sudeste por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias. Veja que o número cresce rapidamente à medida que os dias passam.

Vidas que serão salvas nos próximos 14 dias = 206 (26/05), 272 (27/05), 350 (28/05), 440 (29/05), 545 (30/05), 665 (31/05), 804 (01/06), 964 (02/06), 1148 (03/06), 1359 (04/06), 1600 (05/06), 1877 (06/06), 2193 (07/06), 2555 (08/06).

Veja a evolução da taxa de reprodução do vírus e como ela caiu depois do início do isolamento social. Veja também como já achatamos a curva. Já há um grande ganho, mas houve uma pequena piora nos últimos dias e ainda há muito o que fazer.

Out[27]: