Palestras

Profª. Drª. Ailin Ruiz de Zarate Fábregas (UFPR) - Modelos Espectrais de Turbulência

Resumo: Os modelos da Mecânica dos Fluidos fornecem problemas muito importantes na área de Equações Diferenciais Parciais. O ponto de partida são as equações de Navier-Stokes, que governam o escoamento dos fluidos nos mais diversos contextos. A natureza não-linear dessas equações origina o fenômeno da turbulência e torna extremamente difícil a obtenção de soluções analíticas clássicas, exigindo outras formas de abordar o problema. Trata-se de uma área de pesquisa interdisciplinar, que envolve experimentação e interpretação física do problema, modelagem matemática, métodos de resolução analíticos, numéricos e estatísticos, e interpretação dos resultados. Nesta palestra vamos apresentar alguns aspectos dessa modelagem a partir da versão espectral das equações de Reynolds para as flutuações turbulentas, com ênfase no problema de fechamento no caso de homogeneidade estatística e anisotropia.

Prof. Dr Carlile Lavor (IMECC-UNICAMP) - Matemática e Problemas Complexos

Resumo: Resolver problemas complexos do mundo real exige três habilidades principais: conhecimento matemático, disposição para dialogar com cientistas da área original do problema e desenvolvimento de métodos computacionais para resolver o modelo matemático associado. Tudo isso será ilustrado com um problema fundamental da indústria farmacêutica relacionado ao desenvolvimento de novos medicamentos.

Profª. Drª. Carolina Bhering de Araujo (IMPA) - A Geometria dos Tensores.

Resumo: Os tensores são objetos fundamentais em álgebra multi-linear, com importantes aplicações à complexidade de algoritmos, processamento de sinais, filogenética e estatística algébrica. Em aplicações, geralmente se busca decomposições minimais de tensores como como combinação linear de tensores indecomponíveis. O número de parcelas em uma tal decomposição minimal é chamado o "posto" do tensor. Determinar o posto de um tensor é um problema que tem recebido muita atenção nos últimos anos e admite uma bela interpretação geométrica. Nesta palestra abordarei algumas aplicações da decomposição de tensores e interpretarei o problema desde o ponto de vista da geometria algébrica. Em particular, apresentarei resultados novos sobre postos de tensores, em colaboração com Alex Massarenti e Rick Rischte.

Profª. Drª Christina Brech (USP) - Famílias de Schreier e Espaços de Banach

Resumo: Falaremos sobre a relação entre as propriedades combinatórias de famílias de subconjuntos finitos em um conjunto de índices e espaços de Banach definidos a partir destas famílias. Mostraremos como a teoria de Ramsey é usada para provar propriedades estruturais nos espaços de Banach. Serão analisados os casos separável e não separável.

Prof. Dr. Dani Gamerman (UFRJ) - Uma Abordagem Integrada para Análise dos Efeitos da Poluição na Saúde

Resumo: Existe um consenso na sociedade que a poluição produz efeitos nocivos à saúde da população. Entretanto, é longe de óbvio como fazer essa constatação de uma forma abrangente em larga escala e como quantificar esses possíveis efeitos. Esse tipo de estudo usualmente envolve medidas de morbidade (como número de internações) e de mortalidade (como número de mortes) para caracterizar a saúde e medições de níveis de poluentes para caracterizar a poluição. Essas medidas são feitas em uma série de locais no espaço como estações monitoradoras no caso de poluição e como medidas agregadas em regiões administrativas no caso de saúde. Além disso, existem vários poluentes que podem ser medidos bem como várias doenças. Questões que se interpõe são: como agregar as diferentes doenças, como agregar os diferentes poluentes, como agregar as diferentes regiões ou locais de medição ao longo da região de interesse. A literatura da área faz uma série de escolhas arbitrárias (como tomar médias das medições ou escolher apenas uma das medições) para poder contornar o dilema criado nesse problema e responder as perguntas acima. A modelagem estatística permite não ter de fazer essas escolhas arbitrárias e recompõe todas as medições em uma única estrutura integrada.

Prof. Dr. Fernando Von Zuben (FEEC-UNICAMP) - Inteligência Artificial: o que fizemos por ela e o que ela fará por nós

Resumo: Esta palestra vai tratar da história da Inteligência Artificial (IA), com ênfase nos efeitos da Lei de Moore sobre as soluções de IA, seu estágio atual de desenvolvimento, com ênfase na tecnologia de relacionamento, e suas perspectivas futuras, abordando tendências e limites da IA.

Prof. Dr. Francisco Louzada Neto (USP-São Carlos) - Você está preparado para ser Cientista de Dados?

Resumo: A frequente geração de dados tem promovido mudanças fundamentais em vários setores da economia e no consumo pessoal de bens e serviços. Estamos em uma nova era, cercados por dados de todos os lados. Enormes massas de dados resultantes de processos de coleta automática, instrumentação eletrônica, transações on-line e dados históricos coletados ao longo de muitos anos. O momento é do big, antes da mineração, da pesca, da dragagem, afinal são todos indicativos de grandes conjuntos de dados. Novos mercados de consumo e varejo emergem sob novas tecnologias e comportamentos. Neste novo mundo, a ordem de grandeza dos conjuntos de dados para a ciência estatística tem experimentado mudanças drásticas direcionadas por estratégias de análise adaptativas e o desenvolvimento de novas metodologias. As necessidades mais comuns são métodos de estimação sequencial, estrutura de segmentação adaptativa e múltiplas combinações de modelos, diretamente associadas a estratégias computacionais eficientes que proporcionam respostas em tempo real, à luz de dados contaminados e faltantes, variáveis ​​não identicamente distribuídas, presença de não-estacionariedade, variáveis ​​não-numéricas. Neste contexto, é iminente a necessidade de um novo tipo de profissional. Nesta apresentação discuto as oportunidades que este novo mundo de dados nos oferece, à luz do contrate entre a ultramodernidade dos mecanismos de captura de dados e as metodologias estatísticas usuais. Faço notar como podemos contribuir para a formação de um novo profissional que deve atuar eficazmente dentro deste novo mundo de dados.

Prof. Dr. Mauro Moraes Alves Patrão (UNB) - The Topological Entropy of Endomorphisms of Lie Groups

Abstract: In this talk, we present our recent result about the determination of the topological entropy h(φ) of a continuous endomorphism φ of a Lie group G. This computation is a classical topic in ergodic theory which seemed to have long been solved. But, when G is noncompact, the well known Bowen's formula for the entropy hd(φ) associated to a left invariant distance d just provides an upper bound to h(φ), which is characterized by the variational principle. We prove that [h(φ) = h(φ|T(Gφ))] where Gφ is the maximal connected subgroup of G such that φ(Gφ) = Gφ, and T(Gφ) is the maximal torus in the center of Gφ. This result shows that the computation of the topological entropy of a continuous endomorphism of a Lie group reduces to the classical formula for the topological entropy of a continuous endomorphism of a torus. Our approach explores the relation between null topological entropy and the nonexistence of Li-Yorke pairs and also relies strongly on the structure theory of Lie groups.

Profª. Drª. Rosana Sueli Da Motta Jafelice (UFU) - Determinação de Parâmetros para a Dinâmica do HIV

Resumo: Nesta palestra será apresentada uma ferramenta computacional para determinar os parâmetros de um sistema de equações diferenciais com retardo. Este sistema modela matematicamente a dinâmica da corrente sanguínea de um indivíduo HIV com tratamento antirretroviral. Quando o vírus atinge a corrente sanguínea, este ataca principalmente o linfócito T CD4+. Os efeitos da terapia antirretroviral são modelados usando um Sistema Baseado em Regras Fuzzy para três indivíduos hipotéticos. Para cada um deles, determinamos a taxa de infecção do linfócito T CD4+, que é diferente de zero, contrário a outro estudo relatado na literatura.

Prof. Dr. Tiago Fernandes Tavares (FEEC-UNICAMP) - Mantendo a coesão e coerência em redações científicas usando mapas conceituais

Resumo: A pós-graduação envolve, para muitos, a redação de artigos científicos. Eles são escritos em um estilo específico, que é marcado pela exatidão e pela objetividade. Tais requisitos podem ser atingidos através de treino e do emprego de ferramentas de redação adequadas. Uma dessas ferramentas - o mapa conceitual - permite descrever o conhecimento como um grafo. Isso permite verificar a exatidão e objetividade de um raciocínio e, após, transpô-lo para o formato texto. Essa técnica será demonstrada nesta palestra, voltada a estudantes de pós-graduação interessados em usar a escrita científica em suas carreiras acadêmicas.